Menu
Rua Otto Benack, 300 - Sala 2
Bom Retiro - Joinville / SC Ver No Mapa
PLUGGED • 25/10 • Marketing de Conteúdo

5 erros que você está cometendo no marketing digital

Por
Egon Zek

Nem só de acertos vivem os marketeiros e as empresas que inauguraram há pouco seu setor de marketing digital. Muitos equívocos estão acontecendo e, às vezes, ninguém está percebendo, apenas sabem que os resultados vão mal.

Separamos 5 erros comuns do marketing digital que vem acontecendo nas empresas para você ficar preparado, mas antes de tudo, um conselho importante é: estudar sobre tudo que faz e qualquer nova iniciativa a ser tomada, é essencial para escapar de enrascadas.

1 - A pauta de conteúdo deve ser feita sempre com antecedência

Para qualquer peça que será veiculada, tanto do blog, quanto do site e até do e-mail marketing, é obrigatório que a parte de conteúdo já tenha sido produzida, revisada e aprovada, porque lembre-se: o designer ainda desenvolverá uma peça que pode demorar a ser aprovada e se tudo não estiver alinhado, a campanha será em vão. Antecipe pautas, respeite datas, enxergue lá na frente.

Aqui, a frequência de posts que seu cliente está acostumado a acompanhar, está ameaçada se não houver antecipação.

2 - Campanha e Landing page são irmãs gêmeas

Já está escrito: lançar uma campanha sem criar uma página específica para ela é sinal de possível (bem possível) fracasso.

Se você quer que o cliente caia naquela campanha, porque direcionar ele para o site geral ou blog, por exemplo? Não faz sentido. Crie uma página específica, com conteúdo próprio e links só daquela campanha. Isso evita que o usuário saia facilmente de onde você quer que ele esteja ou do que você quer que ele leia.

Fora tudo isso, você conseguirá obter dados mais precisos, saber quais pessoas vieram por aquela campanha e, por fim, ter os resultados esperados.

3 - E-mail marketing sem teste é perda de tempo

Começa do princípio de que mandar um material errado para uma lista de cem ou mil pessoas, será super negativo e desconfortável. Por exemplo, ao final do e-mail, chama-se o leitor para clicar no botão e não leva a lugar nenhum, ou promete que clicando ele cairá em uma página e então leva pra outra. Seria bem estranho.

Preste atenção: os erros mais comuns ligados a e-mails são links errados, assunto de e-mail ou remetente errado. O correto é tudo ser feito sempre com atenção e passar por várias revisões. Por fim, teste o e-mail, mande para o seu grupo da empresa, manda para seu e-mail pessoal, manda para sua mãe conferir, mas faça testes.

PS: Sempre confira a lista de e-mails. Se está atualizada, se está enxuta, se está com o público correto para sua comunicação e pronto!

4 - Conheça pessoas, entenda o público

Mude o foco de “precisamos de mais cliques” para “o que faz as pessoas clicarem? Por qual momento elas estão passando?”

Observe pessoas. Esse é o conselho mais básico e mais importante ao mesmo tempo. Perceba como as pessoas reagem, o que elas gostam de ler, ver, ouvir. Observe as peculiaridades do grupos, suas falas, seus costumes. Conhecer pessoas é saber como interagir com elas, o que escrever para elas. Dessa forma, seus anúncios conversarão diretamente com o público desejado.

Concentre-se nas intenções que existem por trás das pesquisas do Google ao invés de somente olhar para os volumes de busca.

5 - Escreva apenas o necessário, e bem escrito

É preciso ser objetivo. Não raso e apenas rápido, mas interessante, enriquecedor e objetivo.

Não queremos apoiar a falta de conteúdo ou o conteúdo mal escrito. Longe disso. Apenas acreditamos que textos menores podem ser bem escritos. Todo mundo produz conteúdo hoje em dia, mesmo quem não trabalha com isso. A internet tem tudo o que você for buscar, replicado milhares de vezes e quase que dizendo a mesma coisa. Por isso aposte no texto bem escrito, bem pesquisado, bem elaborado e, nem sempre, gigante. Com certeza esse conteúdo será lido e irá converter em bons resultados.

Há mais alguns detalhes específicos para serem cuidados, mas se começarmos por esses cinco tópicos e seguí-los à risca, certeza que não haverá mais falhas e os resultados começarão a ser mais positivos.

Compartilhe este post:
Vamos Começar um Orçamento? Como Podemos Ajudar?